Cantares de Salomão 2:2 “Qual o lírio entre os espinhos, tal é a minha amada entre as filhas”.

No verso acima, o esposo faz uma grande declaração que mostra por que o amor neste casamento era tão grande. Ele disse que sua esposa era “como o lírio entre os espinhos”. Em outras palavras, ele não escolheu olhar para os espinhos; em vez disso, ele escolheu ver a beleza na vida da esposa. De fato, havia mais espinhos que lírios. De acordo com o verso acima, havia um lírio, mas muitos espinhos. "Espinhos" está no plural, o que significa que havia muitos espinhos. "Lírio" está no singular, o que significa que havia apenas um lírio. A perspectiva deste esposo em relação a sua esposa é o que o manteve encantado com ela.

Muitos casamentos são destruídos por causa do foco no negativo em vez do bem que os uniu. Sempre que um casal vai ao aconselhamento, o conselheiro está sempre tentando fazer com que o casal pare de olhar para os pontos negativos de seu cônjuge e comece a apreciar os pontos positivos que seu cônjuge possui. Deixe-me compartilhar com você três observações sobre esse versículo que ajudarão a fortalecer seu casamento.

Primeiro, Toda Pessoa Tem Espinhos.

O versículo acima não diz apenas que o cônjuge era um lírio, mas diz que ele era um "lírio entre os espinhos".

O reconhecimento de que o cônjuge tinha espinhos é visto nesse verso. Não há dúvida de que o seu cônjuge tem muitos pontos negativos, espinhos, mas deixe-me lembrá-lo de que ele tinha esses pontos negativos quando você foi atraído por ele antes de se casar.

Seu cônjuge não adquiriu os espinhos que você vê nele, de repente, mas os espinhos estavam lá quando você começou a namorá-lo. Sua paixão e seu amor por seu cônjuge é o que fez com que você ignorasse seus espinhos.

Em Segundo Lugar, o Que Você Vê é o Que Você Recebe.

Em outras palavras, o que você escolhe focar em seu cônjuge é o que determina a alegria em seu casamento.

Se você optar por se concentrar nos espinhos de seu cônjuge, você será constantemente picado pelos espinhos de seu cônjuge. Uma das razões pelas quais os casamentos vivem em constante batalha é porque os espinhos é tudo que um dos cônjuges consegue ver. Eu não estou discutindo com você que o seu cônjuge não tem espinhos, mas o que eu estou tentando fazer é que você se concentre nos pontos fortes e na beleza do seu cônjuge.

Se você se concentrar nas boas qualidades de seu cônjuge, verá que os espinhos não serão um problema. É somente no que você escolhe focar que determina o prazer que você obterá de seu cônjuge. Se você optar por se concentrar em seus espinhos, você não vai gostar de estar com eles; No entanto, se você optar por se concentrar em suas boas qualidades, você apreciará o tempo que você tem com seu cônjuge.

Terceiro, o Seu Amor Pelo Seu Cônjuge é o Que o Ajudará a Ver a Beleza e Não os Espinhos.

O versículo acima diz: "... tal é a minha amada entre as filhas". Foi o amor que este esposo tinha por sua esposa que o ajudou a ignorar suas fraquezas. 1 Pedro 4:8 diz: “tendo antes de tudo ardente amor uns para com os outros, porque o amor cobre uma multidão de pecados”. Provérbios 10:12 diz: “... o amor cobre todas as transgressões”.

Você sempre verá as forças e não as fraquezas de seu cônjuge, se você olhar através das lentes de seu amor por ele.

Deixe-me perguntar-lhe, o que você vê no seu cônjuge? Você com certeza verá os espinhos nele, se é isso o que você está procurando, mas a alegria de seu casamento só será desfrutada se você optar por insistir em seus pontos fortes.

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem