Finanças domésticas e estresse

Finanças domésticas e estresse
As finanças no casamento é um dos componentes mais críticos para o sucesso, assim como é em um negócio. A capacidade de gerenciar as finanças domésticas adequadamente pode tornar a vida de casado menos estressante. Os casais que abordam e discutem e chegam a um acordo sobre as finanças, têm mais economias e menos estresse do que aqueles que não o fazem. É aconselhável ter um plano financeiro para o futuro e falar abertamente e frequentemente sobre finanças após o casamento.

A má gestão financeira é a causa do fim de muitos casamentos. Casamento e dinheiro estão intimamente ligados. Inevitavelmente muitos casais lutam sobre o dinheiro e hábitos de consumo, especialmente durante os tempos de desafios econômicos. Os casais que têm diferentes personalidades financeiras se envolvem em desacordos e discussões sobre finanças domésticas.

Muitas vezes os casais escondem compras um do outro ou retiram o dinheiro da poupança sem o consentimento do cônjuge. Em um casamento, tanto o marido quanto a mulher devem estar autorizados a tomar decisões sobre as finanças domésticas. Os problemas também podem surgir quando um homem está trabalhando e sua esposa fica em casa cuidando da casa e dos filhos. Nesses casos, muitos homens pensam que as suas esposas não têm o direito de tomar decisões financeiras, porque elas não trazem para casa qualquer rendimento. Isto resulta em dependência financeira. Essas situações criam estresse desnecessário em suas finanças domésticas e afeta diretamente sua relação. O estresse financeiro é um dos principais fatores para muitos divórcios. Veja nesse artigo: 10 erros financeiros que podem acabar com o casamento

Então, quais são algumas das coisas que podem ser feitas para aliviar o stress das finanças domésticas e, portanto, ajudar a evitar os passos em direção ao divórcio ou separação?

Uma das coisas mais importantes que um casal pode fazer é compartilhar abertamente as informações financeiras. Cada cônjuge deve ser financeiramente responsável para o outro. Os casais também devem criar um objetivo financeiro e chegar a um acordo sobre regras básicas quando se trata de gastar dinheiro sem ter que consultar um ao outro. E acima de tudo, as linhas de comunicação devem permanecer abertas.

Não deixe que problemas financeiros atrapalhem seu casamento. Há esperança e ajuda disponível. Salvar seu casamento deve ser sua prioridade.
Artigo Anterior
Próximo Artigo

artigo escrito por:

Pastor, web design, blogueiro profissional, autor do site "O Pregador" e vários outros projetos na internet. Adora compartilhar experiências e ajudar pessoas desenvolver o verdadeiro potencial

0 comentários: