Não permita que os eletrônicos interfiram em seu casamento

Estamos vivendo em uma época onde temos ferramentas eletrônicas que foram somente sonhados pelas gerações passadas. Coisas que nunca pensamos ser possível se tornaram parte de nossas vidas cotidianas. Nos últimos 15 anos, os avanços tecnológicos disponíveis para nós dispararam tão rápido que a maioria de nós não consegue manter o ritmo.

Não permita que os eletrônicos interfiram em seu casamento

Muitas destas novas ferramentas e aparatos eletrônicos são supostamente feitos para facilitar a comunicação. E-mail, mensagens de texto, e telefones celulares tornou possível estar em constante contato com qualquer pessoa que desejamos. Parece que isso realmente deveria melhorar a nossa comunicação.

A verdade é que os eletrônicos parecem estar causando problemas para muitos casais. Em vez de ajudar a comunicação, eles parecem ser uma barreira. Em vez de permitir que o casal passe mais tempo juntos, eles parecem estar tirando o tempo de qualidade juntos de muitos casais. Em vez de tornar o trabalho mais fácil, parece que anima muitas pessoas a levar o trabalho para casa com elas.

Ter acesso à mais recente tecnologia não é uma coisa ruim, e isso não tem que ser prejudicial para o seu casamento. É importante, contudo, definir alguns limites com o seu cônjuge e monitorar seu uso. Tomar algumas medidas proativas para lidar com o uso da eletrônica pode ser muito útil para o seu relacionamento.

Dê ao seu cônjuge atenção de qualidade

Se o seu cônjuge tenta dizer algo para você enquanto você está assistindo televisão você é culpado de não prestar atenção? Se você está usando o computador, você às vezes responde com "sim" ou "unhum", mas não têm ideia do que o seu cônjuge disse a você? Você envia mensagens de texto enquanto juntos no carro, durante o jantar, ou enquanto você está em um evento qualquer? Estes são apenas alguns exemplos das maneiras em que a tecnologia pode interferir com o tempo de qualidade de um casal. Estudo mostra que 75% dos cônjuges estão insatisfeitos com hábito cultivado por companheiros

É importante deixar de lado a tecnologia a cada dia e reservar tempo para o outro. E quando vocês estiverem passando tempo juntos, certifique-se que você está realmente presente com o seu cônjuge e não verificando o seu e-mail ou respondendo mensagens de texto.

Estabeleça limites para o uso dos eletrônicos

Fale com o seu cônjuge sobre o período de tempo que parece ser uma quantidade razoável de tempo para usar os eletrônicos ao dia. Talvez duas horas de televisão e computador parece ser um bom limite. Ou talvez você acha que 30 minutos por dia é suficiente. Cada casal terá um limite diferente dependendo de seus horários e responsabilidades.

Então, sem fazer quaisquer alterações, passe uma semana mantendo o controle de quanto tempo você gasta usando seu telefone celular, usando o computador, jogando vídeo games ou assistindo televisão. Anote todos os dias. Isso pode ser revelador para muitas pessoas. A maioria das pessoas subestimam quanto tempo elas realmente passam usando os eletrônicos a cada dia e são surpreendidos ao verem quantas horas eles realmente gastam com componentes eletrônicos. Veja essa matéria: Jogos eletrônicos podem acabar com um casamento

Uma vez que você estiver ciente de quanto tempo você gasta realmente usando o sistema eletrônico, desenvolva um plano para diminuir o seu uso, se necessário. Substitua o tempo que você normalmente gasta assistindo televisão para conversar com o seu cônjuge. Em vez de se comunicarem via mensagem de texto ou mídia social, passe algum tempo juntos. Planeje um momento romântico a noite. Saiam de casa juntos. Façam alguma coisa juntos, isso pode ajudar a construir o seu relacionamento. Veja quais são Os seis vilões do casamento

Concorde em deixar o seu telefone celular em casa quando vocês saírem juntos. Se a ideia de deixar o telefone em casa invoca sentimentos de pânico, lembre-se que não muito tempo atrás, as pessoas não tinham telefones celulares e elas sobreviveram muito bem. Se você não pode suporta ficar sem o celular, pelo menos, concorde em deixá-lo no modo silencioso e evite ficar constantemente verificando se está lhe faltando alguma coisa. O ponto é dar ao seu cônjuge mais atenção.

Que tal fazer um Jejum de eletrônicos

Disposto a assumir uma abordagem mais radical para diminuir a sua dependência de produtos eletrônicos? Considere fazer um jejum de aparelhos eletrônicos! Passe pelo menos uma semana sem televisão, computador, celular e outros equipamentos eletrônicos. Não consegue nem imaginar desistir de tudo por uma semana? Tente apenas uma coisa, como a televisão.

Renunciar aos eletrônicos por um curto período de tempo irá ajudá-lo a se reconectar. Isso pode lembrá-lo a passar tempo de qualidade juntos fazendo algo que não envolve tecnologia. Isso pode ajudá-lo a redescobrir outras coisas que você gosta de fazer e pode fazer uma grande diferença no seu relacionamento.

Mesmo se você não estiver disposto a fazer um “jejum” de eletrônicos, considere estabelecer algumas regras básicas. Por exemplo, desligar a televisão durante o jantar. Desligar o computador uma hora antes de ir para a cama, etc. Esses tipos de regras podem ajudar a garantir que vocês estão interagindo um com o outro mais do que com os eletrônicos.
Artigo Anterior
Próximo Artigo

artigo escrito por:

Pastor, web design, blogueiro profissional, autor do site "O Pregador" e vários outros projetos na internet. Adora compartilhar experiências e ajudar pessoas desenvolver o verdadeiro potencial

0 comentários: