Como lidar com discussões em um relacionamento

Como lidar com discussões em um relacionamento
E fato que todos os relacionamentos são exclusivos em si mesmos, mas, há uma coisa que parece ser encontrada em todas eles - as discussões. Todos os casais discutem ocasionalmente, e é a capacidade de recuperação e de lidar com as discussões que, muitas vezes dita quão saudável o relacionamento está.

A seguir estão alguns das nossas melhores dicas sobre como lidar com as discussões no relacionamento da melhor maneira, para que você possa ajudar o seu relacionamento enfrentar as "tempestades" ocasionais.

1. Encontre a verdadeira raiz da discussão

É importante entender sobre o que e porque você realmente está discutindo. Enquanto na superfície você pode pensar que você está discutindo sobre qual cor pintar a cozinha ou quem vai pegar seu filho adolescente na escolinha de futebol. Mas se você pensar realmente sobre isso, você pode encontrar uma razão mais profunda para a sua raiva que está se expressando através da discussão.

Veja: Resolvendo conflitos no casamento, concentrando-se em soluções

Pode ser que você está com raiva por conta de uma decepção anterior, ou você pode estar repetindo questões da infância. Embora, por vezes, um argumento é simplesmente idiota, ele pode ajudar a descobrir se existem questões de raízes mais profundas que precisam ser tratadas.

2. Explique como você se sente em uma frase simples

Agora que você sabe o que está na raiz da discussão, você pode expressar o que está sentindo em uma frase de modo que seja claramente compreendido e possa ser resolvido.
Por exemplo, você poderia dizer: "Eu me sinto assustado sobre nossas finanças quando você gasta dinheiro sem primeiro falar sobre isso", ou "Eu me sinto pouco atraente quando eu vejo você falando com outras mulheres"

3. Peça desculpas, mesmo que não seja sua culpa

Você pode sentir que você não fez nada de errado ou que não foi você que "começou" a discussão, mas pedir desculpas pode ser uma ótima maneira de acabar com a discussão rapidamente.
Você inclusive, não precisa pedir desculpas por tudo que tenha sido acusado; isso pode ser tão simples como dizer "Eu sinto muito que essa discussão saiu fora de controle. Por que não relaxar por um tempo e tentar falar sobre isso novamente quando estivermos mais relaxados?"

Leia também: Três dicas para ajudar a resolver conflitos no casamento

Fazer isso, pode acalmar o calor da discussão e deixar a porta aberta para o seu cônjuge lhe pedir desculpas também, o que pode ajudar a resolver o problema rapidamente.

4. Fale sobre o problema com calma

Depois que você e seu cônjuge tiveram tempo para se acalmar, você será mais capaz de se sentar e discutir o problema e os sentimentos que o seu cônjuge trouxe de uma forma mais responsável, sem todos aqueles gritos e acusações.

Se revezem, para que cada pessoa tenha cinco minutos ininterruptos para dar seu lado da situação e por que se sente da maneira que se sente. Dessa forma, você pode voltar para a verdadeira questão sem ser envolvido em uma nova discussão.

5. Deixe a discussão lhe ensinar algo

Você costuma se sentir como se você estivesse repetindo as mesmas cansadas discussões?
É aí, onde encontrar a causa raiz do problema pode ajudar. Descobrir o que está por trás das discussões para que você possa resolver os problemas que eles estão conduzindo.

Leia também:  7 dicas poderosas para tornar seu casamento forte e duradouro

6. Esqueça sobre quem está certo e quem está errado

Se você começar uma discussão determinado a provar que você está certo, você pode muito bem se preparar para uma discussão sem fim. Esqueça esse negócio de querer provar que você está certo - mesmo quando você está certo disso. E se a discussão começar a ficar aquecida, dê uma recuada e refresque-se antes de continuar a discussão.

Se este artigo lhe ajudou de alguma forma, por favor compartilhe-o nas redes sociais usando os links abaixo para que possamos incentivar outras pessoas também!
Artigo Anterior
Próximo Artigo

artigo escrito por:

Pastor, web design, blogueiro profissional, autor do site "O Pregador" e vários outros projetos na internet. Adora compartilhar experiências e ajudar pessoas desenvolver o verdadeiro potencial

0 comentários: